Rio Gravataí

Por Rafael.

rio gravataí

O rio Gravataí é responsável pelo abastecimento de mais de um milhão de habitantes, na região metropolitana de Porto Alegre. Nascendo no chamado Banhado Grande, uma área úmida entre os municípios de Gravataí e Viamão, ele percorre cerca de 34 km até sua foz no lago Guaíba.

O nome do rio, segundo algumas fontes, significaria rio dos gravatás (do idioma guarani, karaguatá, um tipo de bromélia, e Y, rio ou água). O rio emprestou seu nome ao município de Gravataí, o qual, ainda que muitos não saibam, possui sua história ligada à história do povo guarani.

No final das guerras guaraníticas, quando as missões jesuíticas foram destruídas pelas forças conjuntas de Espanha e Portugal, a população guarani que lá vivia se dispersou forçosamente pelo território. O governo português não sabia o que fazer com esse contingente populacional que ele mesmo desabrigou, e trouxe para uma área, próxima à Porto Alegre, conhecida como “campos de Viamão”. Lá procurou desenvolver uma política de assistência aos indígenas e, ao mesmo tempo, assimilação deles na sociedade colonial. Na verdade, foi uma espécie de extermínio lento que tentaram fazer com os guaranis.

Rio Jacuí

Ao mesmo tempo que os proibia de falar seu idioma e praticar sua cultura, o governo dava uma espécie de subsídio aos homens portugueses que quisessem casar com uma guarani, e, assim, deixar de gerar filhos guaranis para o futuro. Aí foi aberta a primeira escola pública do Rio Grande do Sul. Dedicada a ensinar português, catolicismo, bordado e outras tarefas domésticas às meninas. Os meninos também frequentavam essa escola. Além disso, o governo “alugava” os indígenas para trabalhos nas estâncias da época, pois eram pessoas que possuíam muito conhecimento do trabalho no campo, adquirido no período em que viviam nas reduções.

Essa experiência, conhecida como “Aldeia dos Anjos”, não durou muito, pois os guaranis não suportaram viver sob esse regime e se dispersaram novamente. No início do século XIX, colonos açorianos ocupam a área desse município.

Você pode consultar a seguinte bibliografia:

  • Índios da Aldeia dos Anjos;
  • A Aldeia Nossa Senhora dos Anjos;
  • Os Índios da Aldeia dos Anjos – Gravataí, Século XVIII

Obrigado e até a próxima!

 

4 comentários sobre “Rio Gravataí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s